Uma gestão de excelência na sua empresa passa pelos relatórios de estoque. Para que eles ajudem a alcançar bons resultados, você precisa aprender a extrair as melhores informações. Uma vez que você entenda como os valores que eles mostram se relacionam, fica mais fácil controlar toda a logística e a saúde financeira. Parece incrível, não? 

E é mesmo! Isso pode ser feito independentemente do tamanho da sua empresa. O controle do estoque por meio do relatório irá ajudar a prever quanta matéria-prima é necessária para manter a produção funcionando, bem como reduzir os gastos com armazenamento e transporte. Já se convenceu da necessidade de dar mais atenção para os inventários e relatórios de estoque? Então continue lendo esse artigo e aprenda a decifrar os detalhes.

Faça o controle de estoque a partir dos relatórios

Os inventários e relatórios relativos ao estoque são ferramentas que mostram toda a movimentação de mercadorias em uma empresa, da aquisição à venda ao consumidor final. São documentos que fornecem uma visão ampla sobre a saúde dos processos. Existem muitos tipos de relatórios de estoque e nós vamos apresentar alguns deles.

1. Inventário ou controle de estoque

O inventário é um dos principais documentos na hora de fazer o controle do estoque. Trata-se de um relatório que contabiliza a quantidade total de cada item que a empresa possui, como uma foto que mostra exatamente todos os itens disponíveis no estoque, de forma transparente e confiável.

O sistema da Hiper, por exemplo, produz um relatório de inventário  que integra os locais de estoque da conta, de acordo com uma data limite, relacionando também o total das vendas dos produtos listados até a data definida. Ele possui diferentes filtros, o que torna possível avaliar os resultados por data, loja, tipo de produto, etc.

O mais importante neste tipo de relatório é fazer uma contagem precisa, fiel à realidade no momento.

2. Giro de estoque

É focado nas entradas e saídas de produto no sistema, indicando quais estão vendendo muito e quais não estão indo tão bem dentro de um determinado período. Esse relatório permite inserir diferentes informações como a compra de insumos, devoluções, transferência de insumos ou produtos entre setores, entre outros, permitindo calcular a movimentação no estoque com maior precisão.

Com as informações presentes nesse documento, você pode calcular ou prever o fluxo de itens dentro do seu estoque e pensar em como otimizar processos para melhorar a lucratividade.   

O Relatório de inventário por categoria, da plataforma da Hiper, por exemplo, apresenta as informações do relatório de inventário dos locais de estoque da conta, de acordo com uma data limite, relacionando também o total das vendas dos produtos listados até a data definida.

3. Necessidade de compra

Com informações como código do produto, período de venda, estoque atual e valor, o relatório de necessidade de compra é o que vai mostrar quais produtos ou insumos precisam ser adquiridos para manter o estoque mínimo e o estoque disponível da empresa. 

O relatório de Estoque mínimo da plataforma de Hiper apresenta as informações de estoque dos produtos, junto das informações de vendas e entradas, de acordo com o período selecionado. Além disso, o estoque atual dos produtos do estabelecimento é apresentado.

O maior objetivo de quem trabalha com esse tipo de relatório é evitar ter estoque parado ou ser surpreendido com a falta de itens muito procurados, levando-se em consideração que as vendas não são iguais o ano todo. Ele permite um acompanhamento mais próximo da movimentação de compra dos clientes.

4. Estoques X Vendas

A partir das informações sobre demanda de matéria-prima, produtos que estão sendo elaborados e quais estão disponíveis para venda, o relatório de estoque e vendas ajuda a empresa a entender se tem espaço disponível para armazenar mais produtos e o que está com boa saída, por exemplo.

Normalmente esse tipo de relatório permite visualizar toda a sua amostra de produtos cadastrados nos sistema, bem como seu valor total e a rotatividade a cada mês em termos de valores e quantidades.

O sistema da Hiper possui um relatório chamado de Vendas e Entradas, que além das informações de estoque dos produtos, traz as informações de vendas e entradas, de acordo com o período selecionado. 

5. Produto X Pedido

Esse é um tipo de relatório que  gerencia a matéria-prima necessária para a realização de um processo, como a produção de um pedido. Seu objetivo é fazer uma reserva de material para que a empresa consiga cumprir seus contratos sem maiores contratempos ou atrasos.

O documento irá comparar os pedidos ou ordens de produção e os insumos que eles demandam com a matéria-prima disponível em estoque. Ele deverá conter algumas informações como origem, data e número do pedido, além do status, ou seja, se o pedido foi processado, pago, se está pendente, etc.

Na plataforma da Hiper, você encontra o relatório de Posição de estoque da loja, que traz essas informações. Ele pode ser utilizado para identificar o estoque de um ou vários produtos e torna possível verificar se algum produto precisa ser levado do depósito para a loja, ou se é necessário a compra para reposição.

6. Curva de faturamento

A Curva de faturamento ou Curva ABC de faturamento é um tipo de relatório que classifica os itens segundo sua importância e impacto no faturamento da empresa. Por exemplo:

  • Produto tipo A: o que vende mais ou dá mais retorno. 
  • Produto tipo B: o que tem venda e retorno intermediários.
  • Produto tipo C: o que vende pouco, dá menos lucro ou tem baixo estoque.

Esse tipo de relatório ajuda a identificar os produtos que estão com baixo giro no estoque, permitindo que você entenda o que seu público deseja e crie novas estratégias de vendas.

Na plataforma da Hiper você encontra o relatório de Análise de vendas e estoque por produtos que possibilita verificar os dados de vendas e estoque de um produto específico, ou de vários produtos, identificando como cada um deles se comporta.

7. Lotes X Validades

Este tipo de relatório é indicado principalmente para quem atua com produtos perecíveis, em que a validade da mercadoria é menor. O controle sobre essa informação é essencial para evitar desperdícios e problemas relacionados à saúde pública.

O relatório irá, basicamente, relacionar os lotes de produtos em estoque com sua validade, indicando quais devem sair primeiro para evitar as perdas.

Facilite a gestão do seu estoque

Todos esses tipos de relatórios podem ser feitos a partir de planilhas simples, ou mesmo com papel e caneta. No entanto, em empresas que trabalham com muitos produtos, a atividade tomaria muito tempo podendo se tornar inviável. 

Aqui no nosso blog já abordamos a importância da gestão de estoque (confira!) e neste mesmo texto que você está lendo, apresentamos algumas ferramentas que a plataforma da Hiper oferece para facilitar o controle de estoque e a produção de relatórios.

Isso porque com o apoio de plataformas automatizadas, a criação e leitura desses relatórios fica muito mais simples. Esses sistemas podem integrar diferentes áreas da empresa e atualizar as informações sem a necessidade de uma nova inserção de dados. Realmente vale a pena.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

topo